Beterraba: Como fazer? 5 benefícios para a Saúde

A beterraba embeleza todos os pratos. Suas folhas, que podem ser consumidas cruas ou cozidas como espinafre, são particularmente ricas em vitaminas e minerais.

Os legumes estão disponíveis em várias variedades: vermelho, amarelo e branco.  O vermelho mais conhecido tem uma cor tão pronunciada que é transformada em corante na indústria. O branco é, portanto, usada principalmente para a fabricação de açúcar; também é chamado de “beterraba sacarina”.

Beterraba 2

Os benefícios da beterraba

Combate ao câncer

Um estudo mostrou que o consumo de betanina, um dos pigmentos que confere ao legume sua cor característica, diminui a aparência de câncer de pele, fígado e pulmão em animais. Além disso, pesquisas, portanto, indicam que os carotenoides dos legumes podem ajudar a prevenir certos tipos de câncer, incluindo câncer de mama e pulmão.

Fonte de antioxidantes

É um dos vegetais com o melhor poder antioxidante. Antioxidantes são compostos que protegem as células do corpo dos danos causados ​​pelos radicais livres. São moléculas muito reativas que estão implicadas no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer e outras doenças crônicas.

Saúde ocular

De acordo com vários estudos, o consumo regular de luteína e zeaxantina, carotenoides contidos no legume, está associado a um menor risco de degeneração macular, catarata e retinite pigmentosa. No entanto, são necessários mais estudos em larga escala para confirmar esses efeitos.

Desempenho esportivo

Alguns estudos, portanto, mostraram que o suco do legume, rico em nitratos, teria efeitos benéficos no desempenho esportivo, reduzindo o custo do oxigênio durante esforços contínuos. O consumo de uma dose de suco de beterraba também teria efeitos benéficos no desempenho cardiovascular em altitude.

Outros estudos, por conseguinte, não demonstraram efeito, mas parece que alguns indivíduos respondem mais fortemente à suplementação de suco de beterraba do que outros.

Composição

Beterraba 1

Vitamina A

A folha de beterraba cozida é uma excelente fonte de vitamina A. A folha de beterraba crua é uma boa fonte de vitamina A.

Vitamina K

A folha de beterraba é uma excelente fonte de vitamina K.

Vitamina B2 (riboflavina)

A folha de beterraba cozida é uma boa fonte de vitamina B2, enquanto a folha de beterraba crua é uma fonte.

Vitamina B9 (folato)

A beterraba é uma boa fonte de vitamina B9.

Cobre

A folha de beterraba cozida é uma boa fonte de cobre, enquanto a beterraba e sua folha bruta são fontes.

Ferro

A folha de beterraba cozida é uma boa fonte de ferro para homens e uma fonte para mulheres. A folha de beterraba crua é uma fonte de ferro. Beterraba é uma fonte de ferro apenas para seres humanos.

Magnésio

A folha de beterraba cozida é uma boa fonte de magnésio, portanto, para as mulheres e homens. Beterraba cozida e folha de beterraba crua são fontes de magnésio. A beterraba crua é, por conseguinte, uma fonte de magnésio apenas para as mulheres.

Manganês

A folha de beterraba cozida é, portanto, uma boa fonte de manganês. No formato cozido é uma boa fonte de manganês para as mulheres e uma fonte para os homens. Beterrabas cruas e suas folhas cruas são fontes.

salada de beterraba

Vitamina B1 (tiamina)

A folha do legume cozido é uma fonte de vitamina B1.

Vitamina B5 (ácido pantotênico)

A folha do legume cozido é uma fonte de vitamina B5.

Vitamina B6 (piridoxina)

A folha do legume cozido é uma fonte de vitamina B6.

Vitamina C

A folha do legume é uma fonte de vitamina C.

Vitamina E

A folha do legume é uma fonte de vitamina E.

Cálcio

A folha do legume cozido é uma fonte de cálcio.

Potássio

Cozida e folhas de beterraba são fontes de potássio.

Betalaínas

O legume é uma das poucas plantas que contêm betalaínas, uma família de pigmentos que contribui para a sua cor acentuada. Esses compostos demonstraram ser poderosos antioxidantes in vitro. Em humanos, acredita-se que uma certa proporção de betalaínas seja encontrada na corrente sanguínea após o consumo de suco.

beterraba 6

As betalaínas permaneceriam estáveis ​​no trato gastrointestinal sem perda significativa de suas propriedades antioxidantes e sua biodisponibilidade seria elevada. Diz-se também que as substâncias possuem propriedades anti-inflamatórias, antitumorais e protetoras do fígado.

Compostos fenólicos

Contém compostos fenólicos, incluindo, portanto, flavonoides. Esses compostos fornecem à beterraba um poder antioxidante que permaneceria constante mesmo após o cozimento do legume. A casca contém, por conseguinte, pelo menos 3 vezes mais compostos fenólicos que a carne. Suas folhas também são muito ricas.

Estudo mostrou que o conteúdo fenólico do suco de folhas frescas é o mais alto, portanto, entre muitas plantas, excedendo o conteúdo de suco de espinafre e brócolis.

Luteína e zeaxantina

O legume cru ou cozido contém luteína e zeaxantina, compostos antioxidantes da família dos carotenoides. Diz-se que esses compostos têm efeitos benéficos, portanto, em certos tipos de câncer e na saúde ocular. De fato, eles estão particularmente concentrados na mácula e na retina, protegendo o olho do estresse oxidativo que pode causar danos.

Gostou das informações? Compartilhe conosco a sua opinião!

Veja Também

RECEBA NOSSAS NOVIDADES
SIGA O INCRÍVEL SAÚDE
© 2020 - Incrível Saúde