Luto por um amigo, familiar e afins: Como sobreviver a isso?

O luto por um amigo, familiar ou ente querido é um momento muito difícil e que precisa ser vivido como um processo para ser completamente superado. São pessoas que perdem os pais, os filhos, os cônjuges, irmãos, amigos, avós e até mesmo animais de estimação.

O que podemos deixar claro é que nenhuma perda consegue ser igual a outra e todos nós vivemos experiências muito particulares quando o assunto é a morte. A forma individual como as relações são construídas, a forma como a morte aconteceu, a forma como as pessoas se relacionam e o papel que elas tinham na nossa vida influenciam de forma muito intensa na forma como vivemos o luto.

luto por um amigo 2

Luto por um amigo, familiar: O que fazer?

Perder alguém querido é, sem dúvidas, um momento muito dolorido e difícil de ser superado. Talvez essa seja a experiência humana que nos causa mais sofrimento em toda a nossa existência devido a forma como nós estamos ligados às pessoas que perdemos e aos fortes laços que sustentam essas relações.

São exatamente esses laços que nos fazem sentir seguros, protegidos e desenvolvidos enquanto seres mortais. As nossas relações são importantíssimas para que estejamos enriquecidos e transformados no período em que estamos vivenciando a existência, sendo elas as joias mais raras que podemos ter em nossa vida.

Quando estamos diante da morte, sentimos uma dor profunda e dilacerante que nos faz ter um sentimento de enorme vazio e saudade. Entretanto, é importante pensar que precisamos enfrentar essa situação difícil e tentar superar o sofrimento proporcionado pela morte. Por mais difícil que pareça, é necessário seguir firme com os amores e afetos que ficaram aqui conosco e continuar vivendo.

A seguir, algumas dicas para você que está vivendo esse momento de sofrimento e dificuldade ao perder entes queridos. Esperamos que elas possam ajudar a superar o luto e seguir em frente nesse momento de extrema dor. Vamos conferir?

luto por um amigo 4

Respeite a sua dor

Após receber a notícia da morte de alguém querido é muito comum passar por momento inicial de choque. Isso acontece porque não conseguimos entender a princípio a intensidade dessa informação. Assim, é muito natural que a gente acabe criando uma espécie de “defesa” que paralisa nossas emoções e a capacidade de entender os sentimentos ao nosso redor.

Isso pode demorar minutos para passar, mas também dias e varia muito de pessoa para pessoa. Alguns indivíduos podem até mesmo vivenciar momentos em que “apagam” completamente ou sofrem com sintomas físicos como : vômito, tremor, diarreia e até desmaio.

Já outras pessoas paralisam e passam a agir com indiferença e frieza enquanto ao luto por um amigo, familiar. É muito importante lembrar que cada um de nós vai reagir de uma forma diferente e é preciso respeitar a sua própria dor e reações. Uma pessoa que encontra-se enlutada pouco consegue distinguir a realidade e costuma tomar atitudes que muitas vezes não possuem muito “ sentido”. Não fique se culpando por isso, afinal, é essencial respeitar a forma como você reage a essa dificuldade.

Todo mundo tem o seu próprio tempo

Após a fase do choque inicial é muito comum que as pessoas passem por uma fase em que negam a morte do ente querido e demonstram muita resistência com essa situação. É muito importante ficar atento a essa situação, já que ela pode causar um desequilíbrio muito grande nas suas emoções.

Alguns indivíduos criam uma espécie de bloqueio com a perda, outros evitam falar ou pensar no assunto. Em alguns casos, as pessoas acabam realizando atividades demais e se sobrecarregando para não pensar no acontecido.

A verdade é que cada pessoa vai ter a sua forma de lidar com a situação e , principalmente, de superar o luto por um amigo, familiar. Embora todo mundo tenha o seu próprio tempo para superar esse momento de tristeza, é muito importante ficar atento para que isso não se estenda demais e se torne algo frequente.

É muito importante também observar o consumo de álcool, calmantes e drogas como fuga para o sofrimento. Caso precise, não hesite em procurar profissionais especializados (como psicólogos e terapeutas) para ajudar na superação dessa situação.

luto por um amigo 3

Muitas emoções ao mesmo tempo

Perder alguém querido pode trazer um verdadeiro vendaval de emoções. A raiva, a tristeza, a culpa, a ansiedade, o medo, o alívio podem ser alguns dos sentimentos que podem aparecer no processo de superação do luto por um amigo, familiar.

Para entender todas essas emoções (que por vezes aparecem ao mesmo tempo) é preciso trabalhar a expressão delas para que a pessoa possa lidar de forma mais tranquila com a perda. Enfrente o seu sofrimento e tenha ao seu redor pessoas que possam te ajudar e acolher. Afinal, seus sentimentos são muito importantes e precisam de muita atenção.

Não tenha vergonha em chorar

A gente não escolher sofrer, não é verdade? Portanto, não tenha vergonha em chorar e expressar a sua dor. O luto é realmente uma situação muito complicada e que mexe com o interior de cada pessoa. Evite ficar adiando, inibindo ou bloqueando os seus sentimentos e a vontade de chorar, pois isso não vai ajudar na sua superação.

Por outro lado, não limite sua vida a esse momento! Nessa situação o tempo é sempre o melhor remédio para cicatrizar e fazer você entender a realidade. Não tenha vergonha de chorar e encare um dia de cada vez.

Evite pressionar alguém para sair do luto

Frase como “ Você precisa superar logo” ou “Você precisa se recuperar rapidamente”, não são indicadas caso você esteja convivendo com alguém que está passando por um processo de luto. O efeito dessas frase pode ser exatamente o oposto e ao pensar em ajudar você pode está atrapalhando a melhora de alguém.

Cada pessoa lida de forma diferente com essa situação e é preciso muita paciência e carinho para lidar com quem se encontra nesse período difícil da vida. A sensibilidade e o bom senso são os melhores caminhos. Procure incentivar o enlutado a mostrar seus sentimentos e seja amigo positivo ao acolhê-lo.

É bem verdade que somos todos impotentes quando estamos diante de alguém que acabou de presenciar a morte, não é mesmo? Não podemos resolver a situação, nem evitar que as pessoas se sinta profundamente abaladas.

Entretanto, podemos fornecer um ombro amigo e escutar essas pessoas. O acolhimento é, sem dúvidas, uma das melhores formas de ajuda quando o assunto é luto.

As pessoas possuem sentimentos diferentes

Até mesmo dentro de uma mesma família as pessoas podem reagir e sentir as coisas de maneiras muito distintas. A experiência do luto costuma ser algo muito pessoal e não podemos julgar se uma das pessoas está superando mais o luto do que outra.

Enquanto uns preferem falar, lembrar bons momentos com o ente que partiu, outros preferem se isolar e permanecem mais quietos. Portanto, nenhuma dessas reações é mais “correta” que a outra e os julgamentos e exigências devem ser deixados de lado nesse momento de vivência de uma dor tão intensa.

Cada pessoa possui a sua forma de enxergar o mundo e suas crenças. O que serve para que uma pessoa supere o luto por um amigo, familiar, pode não servir para a outra e a superação depende da personalidade de cada um e da relação que mantinha com a pessoa que morreu.

Em alguns casos, quando o vínculo com a pessoa que faleceu encontrava-se conturbado e conflituoso ou algo ficou sem resolução é comum que as pessoas demorem ainda mais para superar o luto. São grandes diferenças que precisamos compreender para não “ passar por cima” do sofrimento de ninguém.

luto por um amigo 1

A compreensão e empatia são essenciais para lidar com famílias que perderam alguém querido. O respeito precisa ser exercitado para que cada um possa superar a situação da melhor forma e manter a harmonia da família.

Entenda e console a sua dor

É muito natural que você passe um tempo tentando digerir o que aconteceu. O sofrimento durante um tempo é completamente normal e dificuldade em compreender a realidade pode ser algo muito presente depois de perder familiares ou amigos.

Perder a vontade de fazer as coisas que antes você adorava é normal e faz parte do momento de recuperação dessa imensa dor. Tente conversar com pessoas que você gosta e confia e divida esse momento doloroso. Certamente quem te ama estará ao seu lado para rir, abraçar, chorar e ouvir. As palavras de carinho deles podem ser essenciais para que você sinta pode contar com alguém para consolar a sua dor.

Coloque para fora o que você está sentido

É muito importante procurar uma forma de expressar o que passa dentro do seu coração. Há que goste de escrever, fazer músicas, redigir poemas ou cartas, Qualquer uma dessas alternativas é muito válida na experiência de superação do luto de alguém amado. A dor de perder alguém é muita vezes algo irracional e as artes podem ser uma excelente forma de colocar para fora aquilo que machuca.

Você não é obrigada a ficar triste

Algo que sempre vem à cabeça quando falamos de alguém que está vivenciando um luto é a imagem de alguém que chora o tempo todo e permanece triste constantemente. Para algumas pessoas essa atitude representa uma espécie de “prova” que o indivíduo está enlutado. Isso não faz o menor sentido quando tratamos de luto e não passa de uma crença que muitas pessoas propagam.

É claro que ao vivenciar um momento de perda é comum que uma pessoa passe a apresentar momentos de intensa tristeza. Entretanto, muitas delas se sentem bem e felizes em lembrar dos bons momentos que vivenciaram com esses entes queridos e alegram-se ao relembrarem de tudo que viveram.

Lembrando também que as pessoas que vivem o luto também precisam de distração para entenderem melhor os sentimentos que vivem naquele momento e recuperarem as forças para seguir em frente.

O enterro, o velório ou solenidade de despedida podem ser momentos em que a família se reencontra, proporcionando a possibilidade de vivenciar ainda mais essas lembranças felizes. A dica é fazer o que te faz bem e te permite sentir boas coisas. Descansar e viver bons sentimentos também é muito importante para se recuperar do lutos de amigos e familiares.

Não esqueça de exercitar o perdão

Quando perdemos alguém é muito comum sermos invadidos por uma infinidade de sentimentos. Pode aparecer a revolta, a raiva, a culpa , dentre outros que podem contribuir muito para que o processo de superação do luto por um amigo, familiar demore a aparecer.

Portanto, a dica é tentar exercitar o perdão tanto daquela pessoa que partiu quanto de você mesmo. Em muitas situações da nossa vida, o controle não está nas nossas mãos e precisamos compreender que a vida possui um curso que precisa ser seguido. Somo seres cheios de defeitos e podemos errar ou cometer algum deslize.

Procure exercitar a compaixão, a empatia e o autoperdão e certamente a sua experiência com a superação do luto por um amigo, familiar seja mais exitosa. Por fim, lembramos que todos os sentimentos são legítimos e precisam ser vividos. O que é prejudicial para a nossa vida é permanecer se apegando aqueles que não nos fazem crescer como pessoas.

A morte é um mistério e parte da vida

A morte é, sem dúvidas, uma situação que nos faz entender a nossa impotência diante dos mistérios do universo. Para morte não há planejamento já que ela pode vir de forma rápida ou chegando devagar. A verdade é que não temos a certeza de quando chegará a nossa vez ou de alguém que tanto amamos.

Portanto, é muito importante manter uma conexão com todas as coisas importantes de nossa vida e vivenciar sempre o amor, o perdão e os bons sentimentos. As perdas possuem significados muito distintos para cada pessoa, mas saiba que é sim possível superar esse período sombrio que pode aparecer na vida de todos nós. Caso tenha dificuldade em passar pelo período de luto sozinho(a), não tenha vergonha ou medo e procure um especialista para ajudar na sua superação.

Viver o luto é algo que faz você se reconectar e vivenciar um sofrimento muito profundo. Entenda que você pode se permitir sair dele, cicatrizar a ferida do seu coração e que ainda assim o seu ente querido pode ser lembrado para sempre. Afinal, o amor e a memória são eternos!

Veja Também

RECEBA NOSSAS NOVIDADES
SIGA O INCRÍVEL SAÚDE
© 2020 - Incrível Saúde