Melasma: No Rosto, Tratamento, Tem cura?

Melasma é caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele, sendo mais comum no rosto. Porém pode ocorrer em outras áreas, como nos braços, pescoço e colo. A tendência é que a Melasma atinja mais as mulheres, podendo aparecer em homens também.

Não existe uma causa definida para o seu surgimento, mas está relacionada ao uso de gravidez, anticoncepcionais femininos e a exposição ao Sol. Seu fator desencadeante é a exposição a luz ultravioleta ou a luz visível. A predisposição genética também tem grande influência para o surgimento para essa condição.

As cores variam com a tonalidade da pele da pessoa, com o formato irregular e quase sempre simétrico, sendo parecido em ambos os lados do rosto.

Essa mancha, além de poder prejudicar a sua autoestima, é uma doença de pele que precisa de atenção aos cuidados, caso contrário, ela pode se tornar maior e mais escura ao passar do tempo, dificultando o clareamento.

melasma 1

Tratamento de Melasma

Existem vários tratamentos para a melasma, mas é sempre importante reforçar que o paciente se proteja contra a luz ultravioleta e visível, além dos procedimentos e uso de medicamentos.

O início do tratamento é importante que o paciente se proteja dos raios solares com um bom protetor solar. O fator de proteção de no mínimo 30. Ainda, é importante preferir os protetores que oferecem proteção contra os raios ultravioleta A e B. Esse filtro vai estabilizar o seu tratamento.

Você pode utilizar na remoção dessas manchas cremes clareadores. Esse método não funciona em todas as pessoas, mas mesmo que a melhora seja rápida, é necessário que você espere um tempo para que essa condição se estabilizar e impedir que a exposição ao Sol traga ela novamente. Ou seja, é um tratamento contínuo.

O dermatologista ainda pode preferir que o tratamento da doença seja com peeling, pois pode clarear a pele mais rápido que com cremes e de uma maneira gradual.

Mas é preciso se atentar a profundidade desse procedimento. O seu dermatologista vai te orientar sobre cada caso. Vale lembrar que se não for recomendada ou aplicada corretamente, esse procedimento pode gerar ainda mais manchas.

Quando a melasma é corretamente tratada, com o acompanhamento de um dermatologista, não vai apresentar complicações referentes a essa doença, mesmo que o processo de clareamento demore ou se trate de uma doença crônica.

melasma 2

Tem cura?

Ainda não existe uma cura para o melasma, por isso é indicado que mesmo após clarear a pele, o tratamento sugerido pelo profissional continue, pois as manchas podem voltar a aparecer.

Dessa forma, é recomendado que o paciente evite grande exposição aos raios solares e sempre utilizar protetor solar de fator 30, como dito, com quantidade generosa e reaplicar durante o dia.

E como a pele vai ficar mais sensível, sempre preste atenção na qualidade dos produtos que você utiliza, como maquiagens e cremes, já que a irritação pode interferir na condição.

Será necessário rever os seus hormônios para o controle da natalidade ou repositores. Siga as recomendações médicas para o seu caso, em um todo, a doença não apresenta complicações na vida da pessoa.

Gostou das dicas? Compartilhe conosco a sua opinião!

Veja Também

RECEBA NOSSAS NOVIDADES
SIGA O INCRÍVEL SAÚDE
© 2021 - Incrível Saúde