Nimesulida: O que é, Para que Serve, Dá sono?

A nimesulida é uma substância anti-inflamatória que pode solucionar diversas dores do organismo. Sentir dor é comum no dia-a-dia, porém, causa um desconforto muito grande, principalmente se você tem tarefas a fazer. Sendo assim, nos primeiros sinais de dor, as pessoas buscam algum medicamento para aliviar os sintomas.

É um dos medicamentos mais usados para o alívio das dores e incômodos, além de ter diversas outras funções.

Neste conteúdo, vamos entender como esse remédio funciona, para que ele serve, quais são suas contraindicações, quais são seus efeitos adversos e como ele deve ser tomado! Vamos lá?  nimesulida 1

Para que serve a Nimesulida?

A Nimesulida é um medicamento análgico (contra dores), agindo também contra processos inflamatórios e em caso de febre. Ele pode ser usado para desconfortos em nível baixo e moderado.

Esse medicamento também é encontrado com outros nomes em forma genérica, como:

  • Mesalgin
  • Nisulid
  • Optaflan
  • Arflex
  • Cimelide

A Nimesulida é usada para o tratamento de desconfortos como:

  • Dor de ouvido
  • Cólicas menstruais
  • Febre
  • Dores articulares
  • musculares
  • Dores de cabeça
  • de garganta.

nimesulida 2

Como a Nimesulida age?

Esse remédio contém substâncias que agem contra a processos inflamatórios e contra dores e febres. Sua ação anti-inflamatória depende de algumas ações.

A Nimesulida impede a ação da cicloxigenase (enzima que tem relação com a fabricação da prostaglandina). Esse impedimento, é responsável pelo alívio das dores e inflamações.

Esse remédio começa a agir 15 a 20 minutos após sua ingestão, no caso de dores e inflamações.

Se ele for usado como um antitérmico, sua ação pode ter início depois de 1 ou 2 hora após ser consumido e sua meia vida, ou seja, tempo de efeito, é de 6 horas.

Como usar a Nimesulida?

É importante ressaltar que, o uso de qualquer medicamento, deve ser previamente indicado por um especialista para que não ocorra problemas futuros.

Mas, a forma mais comum para o uso da nimesulida é a seguinte:

As cápsulas e comprimidos podem ser tomadas de 12 em 12 horas, ou seja, duas vezes no durante o dia e de preferência, depois das refeições para evitar problemas gástricos.

Alguns comprimidos podem ser diluídos em uma pequena quantidade de água também duas vezes ao dia, logo depois das refeições.

Esse medicamento também pode ser fabricado em gotas, e é tomado do mesmo jeito, duas vezes ao dia de 12 em 12 horas. Geralmente, a dosagem é uma gota por quilo corporal.

Existe também sua fórmula em supositórios. Normalmente, cada supositório tem 200 mg, e deve ser usado também duas vezes ao dia de 12 em 12 horas.

As pomadas de nimesulida geralmente são usadas dores locais (tendões e músculos). Ela deve ser usada 3 vezes durante o dia no local da dor por uma semana.

Efeitos adversos da Nimesulida

Embora a nimesulida não seja um medicamento perigoso, ela pode causar efeitos colaterais como qualquer outra medicação.

Entre os efeitos adversos estão:

  • Coceiras na pele
  • Aumento da sudorese
  • Intestino constipado
  • Gases
  • Enjoos
  • Tontura
  • Aumento da pressão
  • Retenção de líquido

Existem também algumas reações muito raras, porém, é válido ressaltar. Pode ocorrer, edemas por baixo da pele, coceiras muito intensas e alérgicas, necrose de células epiteliais e diminuição do volume urinário.

Também pode causar problemas gástricos como úlceras ou gastrite, rebaixamento do nível de plaquetas sanguíneas, reação anafilática e incômodos ou dores abdominais.

Vale lembrar que, esse medicamento pode dar sonolência e, se ingerido em doses altas, deve-se ter cuidado, principalmente para dirigir, operar máquinas e outras atividades de exijam atenção

Como proceder ao esquecer de tomar o medicamento?

É comum esquecer de tomar o remédio no horário correto indicado pelo médico, então, nesse caso, tome imediatamente na hora que lembrar e siga normalmente com a prescrição.

Caso se lembre de tomar já no horário ou perto do horário da outra dose, tome somente a dose do horário certo. Nunca tome 2 doses ao mesmo tempo para repor a dose esquecida.

Contraindicações da Nimesulida

Alguns grupos de pessoas precisam se atentar para o uso deste medicamento.

Para pessoas com problemas renais e cardíacos, o uso da nimesulida não é recomendado, pois pode ocorrer uma piora dos problemas. Principalmente ICC (insuficiência cardíaca congestiva) e insuficiência renal crônica.

As substâncias que compõe esse medicamentos, pode acarretar em uma má circulação sanguínea, diminuindo o fluxo sanguíneo, comprometendo ainda mais as funções do coração e dos rins.

Este medicamento também não deve ser usado para o tratamento de crianças e adolescentes menores que 12 anos, devido à relatos de ocorrência de problemas cerebrais e hepáticos, como a síndrome de Reye.

Em pacientes com problemas nos olhos, assim como pacientes que sofrem de problemas de coagulação, o uso da nimesulida também deve ser observado e, o tratamento precisa ser interrompido caso seja observado alterações.

Uso da Nimesulida em idosos

Em relação ao uso da nimesulida, os idosos têm muito mais sensibilidade do que outros grupos de pacientes.

Entre os efeitos em idosos estão a perfuração gástrica e intestinal, complicações no sistema renal, no sistema cardíaco e sistema hepático.

Para pacientes maiores de 65 anos, o recomendado é que a dose seja a menor possível, sendo o ideal 100 mg no máximo duas vezes por dia.

Esse medicamento não é indicado para uso de tratamentos prolongados, apenas se for extremamente necessário e sob supervisão médica. Também não é indicado que use essa medicação como antitérmico isoladamente.

Pacientes com problemas gastrointestinais

As ocorrências de efeitos em pacientes com complicações gastrointestinais são um pouco incomuns, mas é importante ressaltar pois já houve casos.

Pode ocorrer sangramentos ou formação de úlceras gastrointestinais, tendo o risco também de perfurações.

Nesses casos, o tratamento precisa ser interrompido imediatamente. Se você já teve ou sofre de complicações gastrointestinais, o ideal é que isso seja comunicado ao médico para que seja analisada a possibilidade de outra medicação.

Esteja atento, principalmente, se você já tratou ou está em tratamento para Doença de Crohn e outras doenças agudas ou crônicas intestinais.

Se for extremamente necessário fazer o uso da nimesulida, esteja sempre sob a supervisão médica para a prevenção de futuras complicações.

nimesulida 3

Pacientes com problemas renais e cardíacos

Pacientes com complicações renais, principalmente insuficiência renal, todo o cuidado deve ser tomado, pois a nimesulida faz parte do grupo dos medicamentos que podem promover a degradação do sistema renal.

O recomendado é que, nesses pacientes, antes de iniciar o tratamento com a nimesulida, uma avaliação deve ser feita para garantir que não há problemas para utilizar a medicação.

Já os pacientes com problemas cardíacos, principalmente a insuficiência cardíaca congestiva e pacientes hipertensos, são afetados pelos problemas renais, sendo assim, também deve-se manter os cuidados para o uso dessa medicação.

Nimesulida em Gel ou Creme

A nimesulida em gel ou creme deve ser utilizada exclusivamente para tratamentos locais em dores musculares, articulares e nos tendões.

Deve-se tomar cuidado para que a substância não atinja as regiões dos olhos e das mucosas (como mucosa nasal ou oral por exemplo). Caso ocorra o contato com essas regiões, é indicado lavar abundantemente com água.

Não deve-se usar a nimesulida em gel ou creme com coberturas como: atadura,
gaze ou outras coberturas.

Com a nimesulida já em contato com a pele, não é recomendado o uso de outras substâncias na pele, principalmente as que contêm álcool em sua composição, pois podem manchar a roupa ou causar reações alérgicas.

O gel pode manchar a roupa, porém, a mancha é facilmente retirada com água e sabão em uma lavagem comum.

Interações medicamentosas

Interações medicamentosas podem ser muito perigosas, por isso, é necessário que não se tome medicamentos sem prescrição médica.

Pacientes que estão fazendo uso de Metotrexato precisam estar atentos, pois sua interação com a Nimesulida pode diminuir as plaquetas no sangue e também a diminuição dos leucócitos.

Pessoas que fazem uso de medicamentos como fluoxetina, escitalopram, heparina e acebutolol também devem prestar atenção. Nessa interação medicamentosa, há o aumento da probabilidade de ocorrer sangramentos.

Pacientes que tratam a hipertensão, devem ter cautela e procurar orientação médica, pois medicamentos como losartana, valsartana e medoxomil sofrem diminuição dos seus efeitos no organismo se associados à Nimesulida.

Pacientes que estejam em tratamento contra infecções bacterianas com norfloxacino, levofloxacino e ofloxacino, correm maiores riscos de fazer convulsões.

Interação alimentar

A interação alimentar é muito comum no uso de algumas medicações, porém associado à nimesulida, há poucas restrições para o consumo de alimentos junto à essa medicação.

Sendo assim, é recomendado que não se faça o consumo de alimentos ácidos como sucos de limão e laranja, alimentos com cafeína como chás (chá preto, chá mate, chá verde), café e também outras frutas como tangerina e abacaxi.

Essa interação pode causar irritações no estômago pelos ácidos presente nos alimentos citados, juntamente com o antiinflamatório.

Dicas finais

Observamos neste conteúdo, os principais tópicos sobre a Nimesulida, incluindo seus principais efeitos colaterais e as principais indicações de uso.

Sendo assim, tanto a nimesulida quanto qualquer outro medicamento deve ser consumido sem a supervisão médica, principalmente quando a pessoa está em um outro tratamento ou possui alguma doença.

Em caso de ingestão inadequada do remédio, não hesite em procurar um hospital mais próximo ao sentir algum desconforto.

Gostou das informações? Compartilhe conosco a sua opinião!

Veja Também

RECEBA NOSSAS NOVIDADES
SIGA O INCRÍVEL SAÚDE
© 2020 - Incrível Saúde