Piercing na Orelha: Cuidados, Tragus e Nomes

piercing na orelha tornou-se comum há muito tempo, tanto para jovens quanto para adultos. Contudo, eles nunca saem de moda e sempre dão um visual mais descolado para quem os usa.

Neste artigo, vamos listar alguns diferentes tipos de piercing na orelha para você escolher o que mais combina com seu estilo.

Cuidados com o Piercing na Orelha

Os cuidados com o piercing na orelha são muito importantes para uma boa cicatrização e para mantê-lo livre de infecções e outras complicações.

piercing na orelha 2

Aqui abaixo, está uma lista dos principais cuidados que você deve ter logo após a aplicação do piercing até a completa cicatrização:

  • Não tocar no local dos furos sem necessidade;
  • A limpeza dos furos deve ser feita, preferencialmente, com soro fisiológico 0,9% e álcool 70%;
  • Limpar todos os dias ao acordar, no meio do dia e antes de dormir;
  • Sempre lavar as mãos antes de manusear o piercing;
  • Tenha cuidado ao vestir roupas para não agarrar no piercing;
  • Cuidado na hora em que deitar a cabeça no travesseiro para não dormir em cima da orelha recém perfurada;
  • Cuidado também ao secar a cabeça com a toalha;
  • Não comer alimentos gordurosos, chocolates e, principalmente, carne de porco.

Tragus

O tragus, para quem não sabe, é a parte da orelha que se encontra bem em cima do lóbulo. Ele é responsável, por conseguinte, pela proteção do nosso canal de audição e por perceber, portanto, ondas sonoras vindas de trás.

O piercing no tragus consiste apenas em um furo, e a jóia pode ser de vários estilos, mas as bolinhas e as argolas são as mais utilizadas.

Transversal ou Industrial

O piercing industrial ou transversal, é um dos furos mais clássicos que encontramos. Ele começou a ser usado há muitos anos na Índia, porém, era apenas um acessório feminino.

Esse piercing consiste em dois furos na cartilagem da parte superior e externa da orelha.

Na versão original, esses furos são ligados, portanto, por uma haste ou barra reta, mas já existem outros estilos de barra para ligar os furos, como espirais por exemplo.

Hélix

Esse piercing consiste em um furo na cartilagem superior da parte externa da orelha.

É um dos piercings mais utilizados e, geralmente, pode-se usar vários estilos de jóia para enfeitar, porém, a mais usada é a argola.

piercing na orelha 1

Anti Hélix

O Anti hélix é um furo feito, por conseguinte, na cartilagem em frente ou oposta ao hélix. Na verdade, pode ser feito mais de um furo no anti hélix, vai depender do gosto de que vai furar.

Rook

Rook é um furo feito na cartilagem mais interna da orelha. Nessa área, a cartilagem é bem grossa, e pode doer um pouco mais que os outros.

Dicas finais

Existem vários pontos na orelha que, portanto, podemos aproveitar para furar e usar piercings, ficando assim com um estilo super moderno.

Porém, lembre-se sempre de procurar um profissional capacitado para a realização do furo, é perigoso fazer em casa sem as técnicas assépticas corretas. Escolha o local que mais combina com você e arrase!

Gostou das dicas? Compartilhe conosco a sua opinião!

Veja Também

RECEBA NOSSAS NOVIDADES
SIGA O INCRÍVEL SAÚDE
© 2020 - Incrível Saúde